<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script> <!-- mmusicradiorock_sidebar_AdSense1_1x1_as --> <ins class="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-5732212802343663" data-ad-slot="8592965930" data-ad-format="auto"></ins> <script> (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); </script>
<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<!-- mmusicradiorock_sidebar_AdSense1_1x1_as -->
<ins class="adsbygoogle"
style="display:block"
data-ad-client="ca-pub-5732212802343663"
data-ad-slot="8592965930"
data-ad-format="auto"></ins>
<script>
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Um fone de ouvido por energia solar

Conheça o fone sem fio movido a energia solar que custa menos de R$ 100

 

A tendência começou a ser estabelecida em 2016, com o iPhone 7 e o Moto Z, e a julgar pelos primeiros lançamentos de janeiro, tudo indica que 2017 é o ano em que a entrada para fones de ouvido vai desaparecer dos smartphones.

A alternativa para quem quiser um celular novo será usar um adaptador ou um fone de ouvido sem fio, mas esses modelos ainda não são muito baratos. É nesse cenário que surge o Sola, um headphone Bluetooth que custa apenas US$ 30 (equivalente a menos de R$ 100 em conversão direta).

O diferencial do Sola é que, como o nome já entrega, o headphone é abastecido, em parte, por energia solar. Segundo o criador do produto, uma hora com o fone sob a luz do Sol equivale a 28 minutos de uso. Para carregar a bateria de 0% a 100%, a fabricante diz que são necessárias 15 horas de exposição.

Quem tiver mais pressa pode usar um conector USB e ligá-lo à tomada normalmente. Por enquanto, porém, o Sola ainda não está disponível para venda. Uma campanha de financiamento coletivo no site Indiegogo espera arrecadar US$ 30 mil até o fim de março para colocar o dispositivo em produção.

Via Digital Trends

Nenhum comentário:

Postar um comentário