<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script> <!-- mmusicradiorock_sidebar_AdSense1_1x1_as --> <ins class="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-5732212802343663" data-ad-slot="8592965930" data-ad-format="auto"></ins> <script> (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); </script>
<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<!-- mmusicradiorock_sidebar_AdSense1_1x1_as -->
<ins class="adsbygoogle"
style="display:block"
data-ad-client="ca-pub-5732212802343663"
data-ad-slot="8592965930"
data-ad-format="auto"></ins>
<script>
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>

quinta-feira, 23 de março de 2017

Líder do Epica admite rir de bandas velhas

Líder do Epica admite rir de bandas velhas

O From Hero To Zero questionou o guitarrista e vocalista Mark Jansen (Epica) sobre como encara a decisão de algumas bandas em não lançar mais discos por entenderem que o mercado não recompensa nas vendas. “Sim, notei que essas bandas velhas estão putas com isso. Às vezes, dou risada deles. Antigamente, vendiam milhões e podiam comprar casas com grandes piscinas. Somos de uma fase onde isso não acontecia mais, então, estamos acostumados a não sermos milionários. Acho que isso facilita. Prefiro ver pelo lado positivo. Conseguimos excursionar e viver do nosso trabalho, mesmo não alcançando fortunas”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário