<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script> <!-- mmusicradiorock_sidebar_AdSense1_1x1_as --> <ins class="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-5732212802343663" data-ad-slot="8592965930" data-ad-format="auto"></ins> <script> (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); </script>
<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<!-- mmusicradiorock_sidebar_AdSense1_1x1_as -->
<ins class="adsbygoogle"
style="display:block"
data-ad-client="ca-pub-5732212802343663"
data-ad-slot="8592965930"
data-ad-format="auto"></ins>
<script>
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>

sábado, 11 de março de 2017

Morte do irmão fez cantora se envolver com o Amaranthe

Morte do irmão fez cantora se envolver com o Amaranthe

A vocalista Elize Ryd explicou à Psycho Babble TV o que a fez se envolver com o Amaranthe, em 2009. Seu irmão, Johan Carlzon, era um cantor conceituado na cena metálica sueca, tendo feito parte de bandas como Abandon e Relevant Few. Ele morreu no final de 2008, na Espanha, de overdose. “Infelizmente, meu irmão caiu em depressão e buscou refúgio nas drogas. Faleceu à época em que conheci Olof (Mörck, guitarrista) e Jake (vocalista). Foi quando senti que deveria carregar a tocha por ele, mesmo não sendo a típica cantora de Metal. Sempre tento ser a pessoa positiva, mesmo em momentos como esse. A banda se tornou muito importante para mim. Sei que Johan estaria orgulhoso”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário