<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script> <!-- mmusicradiorock_sidebar_AdSense1_1x1_as --> <ins class="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-5732212802343663" data-ad-slot="8592965930" data-ad-format="auto"></ins> <script> (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); </script>
<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<!-- mmusicradiorock_sidebar_AdSense1_1x1_as -->
<ins class="adsbygoogle"
style="display:block"
data-ad-client="ca-pub-5732212802343663"
data-ad-slot="8592965930"
data-ad-format="auto"></ins>
<script>
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>

sexta-feira, 24 de março de 2017

Pearl Jam: a reação dos ex-bateristas ao convite da banda para o Hall of Fame

Pearl Jam: a reação dos ex-bateristas ao convite da banda para o Hall of Fame


O ex-baterista do PEARL JAM, Matt Chamberlain, não participará da cerimônia de indução da banda grunge ao Rock’n Roll Hall of Fame – a ser realizado agora em Abril/2017 - apesar da carta aberta postada recentemente pelo PEARL JAM, onde convidam os seus ex-bateristas a comparecerem ao evento, mesmo com o conselho do Hall of Fame renegando-os.

Chamberlain falou a revista Rolling Stone: "Eu estou muito feliz que eles estão sendo honrados pelo Hall of Fame. São bons amigos e total inspiração para mim. Desejo só o melhor para eles. Naturalmente, me senti apreciado pelo convite deles". Chamberlain adicionou que os compromissos do seu trabalho particular o impedirão de atender ao pedido da banda de comparecer a cerimônia. Chamberlain brevemente tocou bateria para o PEARL JAM no verão de 1991, aparecendo no vídeo clipe da clássica canção, "Alive" (lançada no 1º álbum de estúdio, “Ten”, em 1991). Ele foi o 2º baterista do grupo e havia saído do PEARL JAM para ser o baterista da banda de apoio do programa de TV, Saturday Night Live.

Dave Abbruzzese parece pelo menos aberto à idéia de aceitar o convite do PEARL JAM a comparecer na cerimônia - depois de compartilhar a carta aberta que o grupo postou em rede social sobre os seus ex-bateristas. Talvez o baterista mais amado pelos fãs da banda até hoje, Abbruzzese está criando controvérsias em rede social onde já criticou, pediu desculpas e elogiou a banda (e agora citou membros de grupos famosos para gerar confusão e intrigas), após o anúncio do Hall of Fame de que ele não será incluído na premiação – assim como os outros bateristas citados aqui nesta matéria. Ele foi uma peça muito importante na carreira do PEARL JAM, sendo o baterista de toda a turnê do seu álbum de estréia, além de ter gravado o 2º e 3º disco, “Versus” (1993) e “Vitalogy” (1994). Sendo o 3º baterista da banda, ele foi demitido devido a diferenças musicais e profissionais.

O 1º baterista do RED HOT CHILI PEPPERS, Jack Irons, ainda não comentou ou postou qualquer tipo de reação. Tanto à decisão do Hall of Fame de não tê-lo incluído na cerimônia, quanto à carta aberta do PEARL JAM convidando os bateristas renegados para o evento. Irons foi o baterista de toda a turnê do 3º álbum, além de ter gravado o 4º e 5º disco, “No Code” (1996) e “Yield” (1998). Sendo o 4º a passar pelo grupo, Irons sofre de distúrbio bi-polar e pediu para deixar a banda para tratar devidamente da sua doença.

Lembrando que o conselho do Hall of Fame só irá reconhecer o 1º baterista e que gravou o álbum "Ten", Dave Krusen (que saiu da banda para cuidar da sua família), e o atual baterista que está no grupo desde 1998, Matt Cameron (também baterista do SOUNDGARDEN).

Por Brunelson T., Fonte: Rolling Stone

Nenhum comentário:

Postar um comentário