<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script> <!-- mmusicradiorock_sidebar_AdSense1_1x1_as --> <ins class="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-5732212802343663" data-ad-slot="8592965930" data-ad-format="auto"></ins> <script> (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); </script>
<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<!-- mmusicradiorock_sidebar_AdSense1_1x1_as -->
<ins class="adsbygoogle"
style="display:block"
data-ad-client="ca-pub-5732212802343663"
data-ad-slot="8592965930"
data-ad-format="auto"></ins>
<script>
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Tony Iommi: ele queria usar as Les Paul, mas nunca conseguiu por causa dos dedos

Tony Iommi: ele queria usar as Les Paul, mas nunca conseguiu por causa dos dedos

 

Acontece neste dia 18 de outubro o Q Awards, e para celebrar o prêmio Gibson Les Paul, a Q Magazine falou com Tony Iommi, guitarrista do Black Sabbath, sobre a importância da prestigiada guitarra:



"Quando jovem comecei com uma Fender, mas nas primeiras sessões do Black Sabbath peguei uma Gibson SG e nunca mais olhei pra trás. Usei-a a maioria do tempo pois ela tinha um som mais encorpado. Mas teria usado a Les Paul se não tivesse cortado a ponta dos meus dedos. Com a Gibson SG eu consigo coisas que de fato não consigo na Les Paul, mas eu sempre tive uma fascinação por ela e eventualmente usei uma quando gravamos 'Hand of Doom' no Paranoid (1970). Eu realmente tentei usar a Les Paul porque eu realmente gostava dela, mas não é a guitarra certa para mim", explicou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário